Proteger CPF! 9 Dicas para evitar dor de cabeça!

Com as constantes fraudes nos circundando, você já deve ter se perguntado como é possível proteger CPF.

Confira as dicas que separamos aqui e fique seguro!

Em 2020, segundo o G1, 223 milhões de pessoas tiveram as informações pessoais expostas na internet.

Esse roubo de dados alimenta fraudes que vão desde a solicitação de empréstimos até compras indevidas usando o nome de terceiros.

Mesmo nesse cenário de incerteza, relaxar não é uma opção.

Você deve conferir as dicas deste artigo, garanto que a sétima dica vai te poupar de muita dor de cabeça!

Entenda as maneiras mais eficazes e importantes no seu dia a dia para proteger CPF e se mantenha longe das fraudes!

Como proteger CPF: Dicas Importantes

Entender como proteger CPF é fundamental, confira as 9 dicas mais importantes para você se manter o mais seguro possível no seu dia a dia:

  • Não se afaste dos documentos em estabelecimentos
  • Nunca empreste sua documentação
  • Não leve muitos documentos na carteira ou bolsa
  • Cuidado nas compras presenciais
  • Evite enviar seu documento por telefone e redes sociais
  • Nas redes sociais, não faça os testes online
  • Proteja as cópias
  • Atenção também no descarte dos originais
  • Acompanhe a situação de seu cadastro.

Outro ponto importante é manter esse documento atualizado, em caso de mudança de endereço, por exemplo, o recomendado é alterar o cadastro.

Podendo solicitar a alteração na Receita Federal ou numa agência dos Correios.

Essa atualização é fundamental no processo da declaração do IR, além de identificar se existem irregularidades na inscrição do contribuinte.

No dia a dia, outras maneiras de proteção devem ser adotadas, explicamos abaixo as 9 orientações para você se manter seguro!

Cuidados no dia a dia

Ao se cadastrar em lojas físicas, é comum apresentar uma certa documentação, nessas situações, não é interessante que o funcionário leve para longe o documento.

Muitos estabelecimentos realizam cadastros com o cliente, com você falando os seus dados.

Caso precise entregar o documento numa repartição pública, tenha atenção na identificação do servidor ou funcionário, isso pode ajudar, caso ocorra algum problema no futuro.

A segunda dica é nunca emprestar o seu documento, nem mesmo para pessoas próximas, o risco é grande.

A terceira orientação é não andar com todos os seus documentos juntos. Escolha apenas um desses, se vai dirigir, carregue apenas sua CNH.

Nesses registros é comum ter o número de seu Cadastro de Pessoa Física, qualquer descuido, um fraudador pode se aproveitar.

Outro cuidado é sobre as compras presenciais, muitos operadores de caixa pedem seus dados, como no caso das aquisições de:

  • Eletrodomésticos
  • Ou produtos que a Nota Fiscal precisa de identificação formal.

Nesses casos, tenha cuidado ao falar o número do documento, verifique se existem pessoas próximas e veja se não é melhor apresentar o documento.

Em lojas que você já tem cadastro e vai resgatar bônus ou descontos, é ideal digitar o número nas máquinas TEF, as mesmas usadas quando utilizamos o cartão de crédito.

A quinta forma de prevenção é sobre as cópias desse documento, depois de preencher formulários, esses documentos devem ser devolvidos.

Nunca deixe a xerox da documentação no local, o indicado é levar tudo embora, e se não vai mais utilizar, descartar com segurança.

Deve utilizar máquinas que fragmentam papel ou tornar as cópias ilegíveis antes de fazer o descarte.

A sexta indicação é ter cuidado ao descartar seus registros e certidões vencidas, o recomendado é cortar com tesoura antes de jogar fora.

Para aumentar a segurança, você pode eliminar os restos em dias alternados. Assim, dificulta ainda mais a ação de possíveis fraudadores.

O perigoso mundo virtual

A sétima orientação, é uma das mais importantes, é verificar constantemente a situação do seu documento por ferramentas de consulta online.

Hoje elas são cada vez mais seguras e você consegue ter noção se seu registro está sendo utilizado por outra pessoa.

O site e-CAC da Receita Federal é um dos mais completos, plataformas como Serasa Consumidor também podem ser utilizadas.

Evite usar sites não autorizados, ou aqueles que nunca ouviu falar, no portal oficial da Receita Federal você confere as entidades permitidas.

A recomendação é fazer consultas mensais, pois a qualquer eventual problema, pode agir rapidamente.

A oitava situação é desconfiar de empresas que entram em contato com você pedindo os seus dados.

Somente é solicitado esses dados quando você precisa de algum serviço, quando a empresa prestadora necessita confirmar seus dados.

Em relação às redes sociais, só informe seus dados pessoais no momento de completar o cadastro.

Se algum patrocinador, por exemplo, entrar em contato solicitando os números desse registro, nunca forneça.

A última indicação é em relação a testes online nas redes sociais, esses testes são usados para roubar os dados pessoais, o ideal é não os realizar.

Nos dias atuais, o maior perigo reside no ambiente virtual, praticamente, em todos os sites que entramos é solicitado os nossos dados.

O recomendado é não informar, mas existem exceções, antes de fechar uma compra, verifique a reputação da empresa e a segurança do site no site do Reclame Aqui.

Existem outras recomendações de segurança na internet, confira abaixo:

  • Não use computadores ou redes compartilhadas para fazer seus pedidos online, evite comprar usando Wi-Fi de espaços públicos, prefira sempre utilizar seu computador ou smartphone em casa
  • Verifique se o site usa uma conexão segura, veja se o endereço da página tem ou o cadeado verde ao lado do link, se não encontrar essa indicação, a segurança do site é falha
  • Desconfie de links enviados via mensageiros (WhatsApp, Messenger, etc.) que pedem seus dados do cartão de crédito
  • Tenha atenção ao receber os e-mails de alerta, é comum essas mensagens com palavras indicando uma preocupação, mencionado ser o último dia para você resolver uma pendência
  • Avalie a experiência de outros clientes, pesquise nas redes sociais da marca ou plataformas como o Reclame Aqui e veja os relatos de outros clientes
  • Prefira empresas que emitem Notas Fiscais Eletrônicas, sempre tem um documento formal regulando toda transação, tendo a certeza de trabalhar com um fornecedor sério.

A boa prática na internet diz para não entrar em links atrativos muito, que focam em promoções absurdas, não considere apenas o preço, veja a reputação do vendedor.

Os estelionatários usam esses recursos e exploram questões como essa e roubam os dados dos consumidores ou aplicam golpes.

As empresas investem cada vez mais na proteção de seus e-commerces, basta conferir os sites destaques no quesito proteção, e adquirir seus produtos com segurança.

proteger cpf

O que fazer em suspeita de fraude?

Mesmo conhecendo todas as orientações, eventualmente pode acontecer de ter o cadastro clonado, e o que fazer nesta situação?

A resposta é formalizar uma queixa na delegacia, esse tipo de informação deve ocorrer não apenas em golpes digitais, se você passar por assaltos ou furtos de seus documentos.

Com o BO em mãos você terá acobertamento jurídico, caso os criminosos tenham contratado algum empréstimo em data posterior ao crime.

Em alguns estados brasileiros é possível registrar a queixa em delegacias virtuais, o processo é intuitivo, e o cidadão vai comunicar local, data, horário, dentre outros detalhes do crime.

Esse BO online tem a mesma validade do presencial, o escrivão faz a avaliação do relato e libera o documento.

O Boletim de Ocorrência servirá para emitir nova documentação e solicitar novos cartões de crédito junto a bancos e administradoras.

Vale saber como os golpistas cometem esses crimes, muitas vezes, eles utilizam seus dados para contratar serviços, como habilitar um celular pré-pago.

O criminoso aproveita o nome limpo da vítima para contratar desde serviços de telefonia até streamings.

Como muitas contratações podem ser feitas online, basta criar uma identidade falsa e concluir a fraude.

Um dos golpes mais feitos é solicitar cartões de crédito, isso ainda ocorre pela falta de segurança dos sistemas de muitas financeiras e administradoras.

Muitas empresas estão se esforçando para acabar com esse problema, criando métodos para dificultar a ação dos bandidos.

Reconhecimento facial, leitura biométrica, fotografias de documentos originais, são alguns dos meios encontrados para tornar mais seguro o cadastro.

Essa fraude demora a ser percebida, a vítima só tem noção após a negativação de seu nome, por isso a importância da nossa dica de número sete.

A resolução é complicada, a pessoa lesada precisará prestar queixa, comprovar para as instituições financeiras que não realizou as compras, e em algumas situações, seguir a justiça.

O empréstimo é um dos crimes que causam mais transtornos às vítimas, os criminosos usam vínculos e conseguem pegar dinheiro emprestado.

O alvo dessa fraude são os aposentados e pensionistas, que têm liberação de crédito com menor burocracia.

Muitas vezes, o estelionatário está presente num banco ou financeira, e tem acesso a documentação da vítima.

O golpe consiste em solicitar crédito que são descontados da pessoa enganada.

A resolução também detém tempo, é comum que os prejudicados sofram descontos por meses até a finalização do processo.

Dependendo do caso, é necessário levar a uma disputa judicial para recuperar os valores descontados.

Por que o CPF é importante?

Somente pela lista de crimes mencionados acima, mostra o quanto é válido aumentar a proteção em seu Cadastro de Pessoa Física.

Esse documentoé vinculado a outros registros, se você precisar recorrer a algum benefício social liberado pela Caixa Econômica Federal, não terá acesso.

Ter o crédito suspenso e não poderá fazer financiamentos de veículos ou imóveis e compras simples que necessitem do seu cadastro.

Com a crescente a adesão do PIX, qualquer impedimento, trava essa transação bancária instantânea, que só é autorizada novamente após a causa ser resolvida.

Os serviços bancários ficam suspensos, piorando ainda mais a situação da pessoa vitimada.

Agora você sabe como proteger CPF e se manter mais seguro em relação a golpes utilizando o seu nome!

Não esqueça, sempre que precisar utilizar esse documento, redobre sua atenção e desconfie de tudo!

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos para que eles também não caiam nesses golpes!

Por Equipe de redação 2 via CPF em 08/08/2021
Equipe de redação oficial do Portal 2 via CPF, o maior e mais completo site não oficial sobre o Cadastro de pessoas físicas e documentos relacionados!