Vinculação de Dispositivo ao CPF pelo Caixa Tem

Precisa fazer Vinculação de Dispositivo ao CPF para receber o auxílio emergencial?

Então, continue a leitura e descubra como fazer isso.

A vinculação garante a validação do seu cadastro ao usar o aplicativo conforme as normas.

Aproveite e descubra como saber o CPF de qualquer pessoa.

Reunimos as principais informações sobre a vinculação de dispositivo ao CPF neste texto, acompanhe a leitura.

Vinculação de Dispositivo ao CPF: Como fazer?

Siga os passos seguintes para fazer a vinculação de dispositivo ao CPF:

  1. Baixe e acesse o aplicativo Caixa Tem
  2. Clique na opção “Sou Beneficiário”
  3. Informe o seu número de CPF e o código de segurança enviado via SMS
  4. Inicie o login completando o cadastro usando seus dados pessoais e senha
  5. Complete o login usando as informações pedidas. Você será direcionado para a tela inicial do aplicativo
  6. Clique em “Consultar o Auxílio Emergencial”
  7. Automaticamente será iniciado a vinculação de dispositivo e um novo SMS será enviado para você
  8. Digite o código enviado
  9. Digite um nome em “Nome do Dispositivo” para finalizar e a vinculação será concluída.

Alguns beneficiários podem se receber a mensagem “Este dispositivo não está vinculado”.

Este tipo de erro e pode ser resolvido fazendo uma limpeza no cache do navegador:

  1. No seu navegador, basta acessar “Ferramentas”
  2. Então, clicar em “Limpar dados de navegação”.

Se preferir, você também pode limpar o cache do app no seu celular.

  1. Basta acessar “Configurações”
  2. Buscar pelo Caixa Tem
  3. Depois clicar em “Limpar cache”.

Quando a limpeza estiver completa, refaça o processo de vinculação.

Entenda como funciona o Score de CPF e garanta benefícios em empréstimos.

vinculação de dispositivo ao cpf

Caixa Tem

O Auxílio Emergencial foi criado como medida de amparo aos trabalhadores em vulnerabilidade financeira durante a pandemia de coronavírus.

O principal órgão facilitador desse benefício é o Caixa Tem, ele é um app de finanças do banco CEF.

Portanto, nele você é capaz de ter acesso facilitado aos serviços e transações do banco.

O app movimenta a maior parte do dinheiro do auxílio e você pode fazer a gestão da sua parte usando a sua conta Poupança Digital Social.

Esse app é leve, intuitivo, simples e tem uma interface bastante autoexplicativa.

Não lembra mais o seu NIS? Descubra seu número NIS usando seu CPF.

Ao garantir esse acesso simplificado a população brasileira, ele está disponível em versões compatíveis para Pessoas Portadoras de Deficiência.

A vinculação de CPF é tão fundamental, pois o CPF é um documento mais utilizado para identificar um cidadão.

Também é uma forma de identificação relacionada ao aparelho cadastrado com a pessoa na qual fez o cadastro.

O intuito da vinculação é proteger o cidadão, aumentando a sua segurança, referente aos seus dados e acesso aos outros serviços do aplicativo.

Em outras palavras, a vinculação é um reforço de segurança, evitando estelionatos, fraudes e outros crimes relacionados.

A vinculação de dispositivo é feita durante o cadastro antecedente ao uso e a movimentação do aplicativo.

Vamos recapitular os pontos principais deste artigo:

  • A Vinculação de Dispositivo ao CPF é feita pelo app Caixa Tem
  • Se tiver erros de acesso, basta limpar o cachê do seu navegador ou aplicativo do celular
  • Sem a vinculação via CPF, seu cadastro pode ficar vulnerável a possíveis fraudes e tentativas de estelionato.

Consulte seu PIS utilizando apenas o seu CPF e se mantenha atualizado quanto ao recebimento do benefício.

Mais alguma dúvida? Então nos deixe saber sua pergunta nos comentários!

Por Equipe de redação 2 via CPF em 09/03/2021
Equipe de redação oficial do Portal 2 via CPF, o maior e mais completo site não oficial sobre o Cadastro de pessoas físicas e documentos relacionados!